área de acesso restrito
  • continuar conectado
Lembrar minha senha
sem cadastro

Startup brasileira é reconhecida como uma das melhores práticas Latino-Americanas do transporte público

11/01/2022 | NTU

Ecobonuz foi finalista do UITP Awards, uma das principais premiações da mobilidade urbana mundial

A busca pelo desenvolvimento do transporte coletivo é uma pauta mundial. Por isso, a Associação Internacional do Transporte Público (UITP) criou o prêmio UITP Awards, que há 10 anos reconhece as melhores práticas latino-americanas para o apoio, promoção e avanço do setor. Em sua 6ª edição, a premiação enalteceu o trabalho de algumas empresas que têm feito a diferença em seus países, entre elas a brasileira Ecobonuz, que foi finalista na categoria “Valores Institucionais” com o case “Um novo caminho para a mobilidade urbana: programa de engajamento, com foco no cliente, transforma desafios em oportunidades para fidelização”.

Criada em Belo Horizonte, a startup desenvolveu o primeiro programa de fidelidade do Brasil voltado para clientes do transporte coletivo urbano e rodoviário e, hoje, conta com uma base de milhares de usuários em diferentes estados. “Quando, em 2018, lançamos a Ecobonuz sabíamos que iríamos desbravar um caminho ainda não percorrido, mas também inspirar pessoas e empresas a transformarem paradigmas em prol do relacionamento com o cliente do transporte coletivo. Hoje, percebemos, na prática, que a nossa missão vai muito além dos objetivos dos parceiros e reflete diretamente na mobilidade urbana e no poder de consumo das classes baixas, impactando milhões de brasileiros”, afirma Túlio Lessa, CEO da Ecobonuz.

O trabalho da marca foi reconhecido por um júri especializado como uma das melhores práticas latino-americanas do transporte público. A plataforma de fidelização desenvolveu uma solução própria que combina business inteligence (BI) e técnicas de CRM (gestão de relacionamento com o cliente) para criar uma experiência gamificada e personalizada para as pessoas. Assim, incentiva o engajamento do consumidor e premia a mudança de comportamentos com benefícios que geram economia ao orçamento doméstico. “Nosso projeto deixou claro que é possível fazer do transporte coletivo o elo âncora que conecta milhões de clientes a um amplo ecossistema de consumo - varejo, serviços, entre outros -, gerando fontes de renda extra para as empresas e usuários, além de novas oportunidades de consumo consciente às famílias no Brasil”, explica Túlio.

No último ano, a empresa cresceu sua base de cadastrados e distribuiu mais de 100 milhões de EBZs (moedas digitais), a maior parte convertida pelos consumidores em pagamento de contas, recargas de celular e passagem. Recentemente, a startup firmou uma parceria de co-branding com a Riocard - maior empresa de bilhetagem eletrônica do país - para o lançamento do Clube Riocard Mais, uma versão personalizada da plataforma para o mercado carioca, que tem potencial de 6 milhões de clientes.

 

receba nossa revista
cadastro
Desejo receber periodicamente a revista da NTU